Autodisciplina: suas ações têm favorecido seus interesses?

Muitas pessoas têm grande dificuldade com a autodisciplina. Muitos têm grande força de vontade, mas essa força, muitas vezes, termina na segunda-feira após assumir alguns propósitos como, parar de fumar, emagrecer, etc. Ou termina nas primeiras semanas de janeiro, após os diversos compromissos assumidos na virada do ano.

Mas, afinal, o que é autodisciplina? Podemos dizer que é amar a si mesmo. Quem se ama, quem se quer bem, tem muito mais capacidade para utilizar a força de vontade e se impor às tentações destrutivas de sua saúde, de sua prosperidade e de sua vida.

Então, você precisa ser discípulo de si mesmo e muitas vezes renunciar aos inúmeros estímulos internos e externos do prazer fugaz, do ócio, da preguiça tão presentes no nosso dia-a-dia.

Vejamos, por exemplo, você tem prova na escola segunda-feira e, no final de semana, tem convite para ir à balada, ir ao cinema com seus amigos ou ficar dormindo sem fazer nada. Você já sabe que, se não renunciar a esses desejos tentadores, esses prazeres imediatos e não estudar como a disciplina exige e for mal na prova segunda-feira, como você vai se sentir? Com um tremendo peso de consciência e um grande arrependimento pelo irreversível prejuízo que se impôs.

Mas, se você se ama e diz NÃO àquela vozinha interior que o tenta com esses prazeres, abdicando cada um deles, imediatamente, dedicando-se aos estudos, e tirando uma excelente nota na prova na segunda-feira, qual seria sua sensação? Certamente seria tomado por uma grande satisfação e um orgulho de si mesmo por toda a vida.

Necessidade de fazer escolhas!

Se você tem problema com sobrepeso, precisa ser muito autodisciplinado para resistir às tentações das tantas guloseimas, de todas as cores e de todos os sabores que lhe são ofertados em todos os ambientes. Então, também precisa ser um bom discípulo de si mesmo para se dizer, NÃO; eu me amo e me quero bem e não vou comer nada além daquilo que é o ideal para manter minha saúde e o peso ideal.

Enfim, você sabe da satisfação, da felicidade e do orgulho que sente quando, por amor próprio, se diz um NÃO ou um SIM, segundo o que for melhor para sua autoestima, sua saúde, bem-estar e sucesso, em todas as áreas da sua vida.

E sabe também da dor da alma e da consciência quando cede aos prazeres fugazes, pouco duradouros, seguidos de frustração e decepção consigo mesmo, por não ter se amado o suficiente, evitando o imediatismo e deixado passar a oportunidade de ser um bom discípulo de si mesmo.

Portanto, se quer ser feliz, precisa se amar antes de tudo e de todos, cultivando sistematicamente a autodisciplina dos seus comportamentos, sendo então, um ótimo discípulo de si mesmo.

Lembre-se de que, você é a pessoa mais importante da sua vida. Você já fechou os olhos, permitindo-se sentir o que essa afirmação e esse sentimento causam em você? Perceba que nosso poder reside no agora. Portanto, que o amor que você sente por si, seja grande o bastante para que você tenha autodisciplina, fazendo as melhores escolhas para sua vida neste momento, sem delegar para o amanhã seu poder pessoal, seu autocuidado.

Vocês já viram o vídeo do ator Will Smith sobre autodisciplina? É inspirador! Clique aqui para assistir.

Até a próxima, pessoal! 🙂

Texto de Vilson Stolf

Adaptação Marcela Salomão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe
nas suas redes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.