Em que você acredita?

Já comentamos em outras ocasiões que, ao ficar olhando para o passado, vendo e lembrando apenas das nuvens negras e  tempestades que já passaram, estaremos preparando o futuro com sementes de fracassos, dores e tristezas.

O novo ano começa seguindo as energias da mente de cada um. Se ficarmos trazendo para o presente ano só medo, tristeza e desgraça do que se foi, não estaremos mudando de ano, mas  prolongando-o com os mesmos sofrimentos.

Se estamos aqui, lendo esse texto, seguramente, muita coisa boa também aconteceu no passado e é isso que precisa prevalecer na nossa mente: as superações, vitórias e sucessos que tivemos num ano tão desafiador.

Então, chega de mimimi, e vitimismo! Nós somos muito mais capazes do que pensávamos ser. “O que se cria na mente torna-se realidade” dizia Grisa. Ou seja, a mente subconsciente cria a nossa realidade de acordo com o que pensamos e acreditamos conscientemente.

Assim, o nosso alcançar está na proporção do nosso acreditar. Quanto e no que nós acreditamos? Esse é o nosso limite. Se pensamos no pouco, pouco alcançaremos. Se acreditarmos que podemos muito, a colheita será grande.

É possível mudar o que o subconsciente executa?

A mente subconsciente executa tudo o que acontece conosco, seja positivo ou negativo. Essa instância mental executora, não distingue o bom do ruim, o positivo do negativo, simplesmente executa o que nela está programado.

Portanto, “colhe-se” o que se “planta” no subconsciente,  e é através do consciente que podemos cultivar no subconsciente o que queremos que ele execute.

Então, precisamos utilizar o consciente como instrumento de direcionamento da nossa caminhada.  Afinal de contas, a vida de todo ser vivo segue uma direção.

Mas, que direção?A direção que está programada no subconsciente segundo a história de vida, meio cultural, educação, heranças genéticas, programações que recebemos desde a concepção, nascimento, infância, etc. Ou seja: a direção que os outros dão à nossa vida e que nem sempre é a melhor direção.

Portanto, precisamos tomar a vida em nossas mãos e dar a direção que melhor nos convém.

Vejamos, então, o novo ano como um lindo jardim florido cultivado por nós, com as flores e obras que nós queremos desenvolver.

Sabemos que todo jardim tem ervas daninhas, mas nós temos as ferramentas adequadas para superar todo e qualquer desafio.

Tenhamos a certeza de um ano esplendoroso e vejamos o passado apenas como referência, não para ficarmos presos no negativo, mas libertar-nos do negativo, trazendo tudo o que aconteceu de bom para o presente e assim preparando o melhor ano da nossa vida até aqui.

Texto de Vilson Stolf

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe
nas suas redes

2 respostas em “Em que você acredita?”

Bom dia, Clarice! Tudo bem? Ficamos felizes com o seu retorno! Todas as semanas você pode encontrar textos novos aqui no site ou, se preferir, pode se cadastrar para receber nossa newsletter no seu e-mail, a cada 15 dias! Abraço, saúde e paz! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.