Por que a Reprogramação Mental funciona?

Todo ser humano tem comportamentos, sentimentos, atitudes e até doenças que não gostaria de ter.  Você sabe por que isso acontece?
Primeiramente, precisamos entender que isso é normal e natural em todos nós. Às vezes mais, noutras menos, mas cada um tem suas limitações. Afinal, somos seres em processo, em desenvolvimento, sujeitos, portanto, a atos atrapalhados e a sentimentos negativos.
Portanto, precisamos compreender também que, tudo o que acontece conosco, de positivo ou de negativo, tem uma origem e essa origem decorre de um programa mental subconsciente.
É por esse motivo que reprogramar no subconsciente o que é negativo, é tão importante e necessário: o subconsciente simplesmente executa o que nele está registrado, ainda que não queiramos aquele sentimento, comportamento ou emoção.
Então, a partir de uma reprogramação mental, pela compreensão do fato perturbador sob outro ponto de vista que não mais o da perturbação, muda-se o efeito e o resultado passa a ser, automaticamente, o correspondente à nova programação.

Como podemos reprogramar nossa mente?

Primeiramente, precisamos nos conhecer. Saber como funciona a mente, consciente e subconsciente, saber como se estrutura a personalidade, desde a vida intrauterina ao processo de nascimento e infância.  
Afinal, nessas etapas, basicamente, são estabelecidas as programações que nos levarão, posteriormente, a ter determinados comportamentos, sentimentos, atitudes e todos os demais resultados, sejam positivos ou negativos.
Desse modo, quando sabemos como tudo funciona, pode-se fazer a reprogramação mental subconsciente. Em Parapsicologia, a fazemos através de um processo de hipnoterapia sistêmica em que se faz a regressão de memória até o fato causador do mal. 
Assim, esse fato, calcado em informações negativas, falsas ou exageradas, quando corrigido, faz com que a pessoa mude seus comportamentos, sentimentos e atitudes conforme a nova programação estabelecida.
São por essas razões, portanto, que a reprogramação funciona tão bem na vida de quem se submete a esse procedimento.
Texto de Vilson Stolf

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe
nas suas redes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.