Um terreno, um prédio e a Mente Humana

Como funciona a nossa mente?

Uma analogia muito interessante que podemos fazer é da Mente Humana com o terreno sobre o qual está construído um prédio.

Vejamos: a nossa mente está, desde sempre, programada por Leis perfeitas e imutáveis, que funcionam como alicerces na estruturação da nossa personalidade e que são as leis que regem, primeiramente, o Universo: a Lei da Harmonia, a Lei da Evolução e a Lei da Vibração.

O Ser Humano é partícula cósmica e está sujeito às mesmas Leis. Nascemos para viver em harmonia, para evoluir e para vibrar. Essas Leis estão impressas no nosso subconsciente, prontas para serem seguidas no nosso dia a dia.

Contudo, dentre todos os seres vivos, o ser humano é o único que pode dizer não a essas Leis, afastando-se assim de sua essência cosmo-divina.  Evidentemente, ele acaba por sofrer as consequências por se afastar dessa perfeição original.

Consequências das programações negativas sobre a mente humana

Bem, o terreno, entre outras funções, tem a função de fazer germinar todas as espécies de sementes que nele forem lançadas. Mas, nessa analogia, se um prédio é construído sobre esse terreno, ele impede que as sementes sejam germinadas.

Mas, por outro lado, se esse prédio for retirado, essas sementes passam a ser germinadas pelo terreno e vários arbustos, flores e pequenas árvores começam a desabrochar. As sementes da vida continuam lá.

Assim, a nossa mente guarda em seu interior as Leis Cósmicas, sempre prontas para serem seguidas.

No entanto, como o prédio que impede o terreno de fazer germinar as sementes, as programações humanas negativas se sobrepõe às Leis perfeitas e imutáveis e impedem que vivamos segundo nossa essência original perfeita.

É dessa não observância das Leis que surgem os mais diversos sinais e alertas de que estamos nos afastando da nossa beleza interior.

Crises como depressão, angústia, ansiedade, tristeza, pânico, doenças e fracassos são alertas que nos indicam que estamos nos afastando de “casa” e devemos voltar a seguir as Leis perfeitas.

Por isso, em Parapsicologia dizemos que o processo terapêutico é um convite para voltar para “casa” onde tudo é bom, perfeito e bonito!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe
nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *