O que é comunicação telepática, afinal?

A telepatia é a comunicação mental que ocorre entre duas ou mais pessoas sem fazer uso dos órgãos dos sentidos normais, ou seja, é uma comunicação que ocorre por ondas cerebrais.

Por exemplo, se um filho está fazendo vestibular e a mãe está em casa, preocupada, com medo pelo filho, ele estará recebendo essa comunicação por ondas cerebrais. Deste modo, ele poderá ter maior dificuldade em ter sucesso no vestibular.

No entanto, o contrário também é verdadeiro.

Se a mãe pensa que ele é bom, inteligente e bem preparado, enviando a ele uma onda de sucesso, tranquilidade e segurança, a tendência é que ele tenha sucesso, sim, por contribuição mental telepática da mãe!

O mesmo ocorre em todas as relações. Através dos nossos pensamentos, podemos afastar ou atrair as pessoas.

Na relação amorosa, por exemplo, se o marido está um pouco atrasado e a esposa começa a pensar que ele está aprontando, ela envia a seu marido uma onda de desconfiança.

Isso tem como efeito o afastamento dele,  pois se sente desmotivado, afinal, a esposa parece não confiar nele o bastante.

Da mesma forma que emitimos ondas telepáticas, também captamos ondas telepáticas. Portanto, que tipo de onda você tem emanado? Ondas positivas ou negativas?

Se você emite ondas pessimistas, negativas e derrotistas, então você tende a captar ondas da mesma ordem, com o mesmo negativismo e pessimismo.

Assim, atente-se à sua onda, ao que você tem emitido para seus entes queridos e para a humanidade!

Isso é o plantar e o colher. Desta maneira, você pode contribuir telepaticamente – e de forma positiva – para as pessoas ao seu redor.

Então, esteja atento ao que você mentaliza e emana para o outro!

Até breve! 🙂

Texto de Vilson Rafael Stolf

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
WhatsApp