Precognição ou premonição é um fenômeno de PES – Percepção Extra Sensorial, ou seja, é a capacidade que a pessoa tem de pressentir o que vai acontecer e isso de fato acontecer.

A Precognição pode ocorrer em estado de vigília, acordado ou via sonho. É um fenômeno muito comum.

A nível subconsciente, todos temos essa capacidade de pressentir os acontecimentos, porém, só alguns tomam consciência do fenômeno. E, por desconhecerem e não saberem o que fazer com o fenômeno, muitos ficam preocupados, por vezes até desesperados.

As precognições de fatos negativos, normalmente, são mais percebidas do que as positivas, pois os fatos positivos são tão frequentes em nossas vidas que são normais e chamam menos a atenção do que os fatos que destoam da harmonia.

É um fenômeno que pode ser desenvolvido à medida que ficamos mais atentos aos sinais que chegam ao nosso consciente de forma sutil e desejarmos que cheguem de forma cada vez mais clara, valorizando e vibrando sempre que tivermos um pressentimento, ainda que negativo, pelo fato de termos conseguido perceber o que está por acontecer.

O que fazer com o fato pressentido?

O Criador não é um sádico que dá a capacidade de pressentir o que vai acontecer e não nos dá a capacidade de mudar o fato, quando negativo.

Todo fato precognizado é um aviso, é projeto do que está por acontecer, então, se é projeto, pode ser mudado. Como fazer isso? Antes de tudo, não podemos nos esquecer de que nossa mente tem a capacidade de atuar objetivamente sobre os acontecimentos, presentes e futuros.

Portanto, se temos um pressentimento negativo, podemos imaginar esse fato alterando-se em seu desenrolar futuro. Imaginando o oposto, vendo o envolvido ou os envolvidos conseguindo ter atitudes que impeçam o fato de acontecer da forma pressentida.

Por outro lado, se o pressentimento é de um fato positivo, podemos, então, imaginar o fato ainda mais positivo, vibrando com emoção diante do resultado.

Acredite, o poder está em cada um de nós, temos um potencial imenso que devemos tomar conhecimento e, através da força da mente, dar a nossa vida, a direção que desejamos, pois, se você não der a direção que deseja a sua vida, alguém vai dar. Afinal, a vida é dinâmica e estamos sempre, sabendo ou não, querendo ou não, caminhando em alguma direção. Que direção você quer para a sua vida?

Quer saber mais sobre como lidar com o fato pressentido? Assista o vídeo!

Esperamos que tenha gostado!  Sua sugestão é sempre muito bem-vinda! 😉

Texto do Prof. Vilson Stolf

Adaptação Marcela Salomão

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
WhatsApp