Você, como eu, certamente já teve problemas, não é verdade? No entanto, pessoalmente, já faz um bom tempo que não tenho mais nenhum. E como será que eu consegui isso?

Simplesmente transformando o que via como problema, em OPORTUNIDADE.

Vamos dar uma passeada pelo nosso passado?  Quantas situações nós víamos como “problema”, sem conseguir superá-las? No fim, com certeza, de alguma maneira, tudo foi resolvido.

No entanto, nem sempre percebemos a superação e ficamos presos mentalmente ao fato como tendo sido um grande problema.

A questão é que tudo o que é visto e sentido como um grande “problema”, de fato toma a proporção de um imenso fardo, tornando-nos fracos diante da situação, sem que consigamos perceber o quanto, na verdade, somos capazes e vencedores.

Talvez você esteja se lembrando de algo que, até hoje, não conseguiu resolver e que nem mesmo tem solução.

A resistência ao aprendizado traz sofrimento!

Bem, temos uma boa notícia para lhe dar: “o que não tem solução, solucionado está”. Para que ficarmos sofrendo, gastando tempo e energia com algo que não tem solução? Se não há solução, então, acabou o problema!

Assim, todas as situações desafiadoras, todo “problema”, nos levam a um crescimento e a algum aprendizado e, consequentemente, a uma vitória. Por isso, transformemos o “problema” em desafio!

Desafio é OPORTUNIDADE de nova vitória e, por isso, quanto maior ele for, maior será a vitória.

Na verdade, o ser humano atrai os desafios que ainda precisa para aprender e crescer. Quanto menos capaz for o ser humano, maiores os desafios e, quanto mais desafios formos capazes de superar, menores serão os que encontraremos pela frente.

Afinal, uma vez superado um desafio, não precisaremos passar por ele novamente, pois já crescemos e aprendemos o caminho e não teremos mais as mesmas dificuldades.

Portando, as crises, problemas ou desafios, são propostas de mudança, oportunidades para aprender novos caminhos. Uma vez percorrido o caminho, é só segui-lo, pois está “pavimentado” pela sabedoria e conhecimento já adquiridos; então, tudo passa a ser um “passeio” pela estrada da vida.

Seguimos assim, colhendo os frutos e as flores do bom aprendizado e do crescimento.

Texto de Vilson Stolf