Em que tempo você vive?
Todos nós temos uma história que embasa e direciona a nossa vida.
Cada história é única e se faz de acontecimentos bons e ruins. Enquanto algumas histórias são marcadas por muitos fatos e acontecimentos positivos, outras, nem tanto.
Muitas pessoas vivem relembrando as delícias do passado: a boa juventude, a infância feliz, a inocência e a pureza de quando não tinham grandes responsabilidades.
Outras, no entanto, vivem presas a um passado triste, de desilusões, carências e de sofrimentos, culpando as pessoas envolvidas, lamentando e xingando.
Outras tantas ainda vivem no “quando”. Quando eu crescer, quando estiver trabalhando, quando eu sair de casa, quando eu ganhar na loteria, quando a minha esposa… quando o meu marido… quando…quando…
Muitos também buscam justificar suas dificuldades ou fracassos culpando o passado.
Bem, onde chegarão pessoas que pensam assim?
Não chegarão a lugar nenhum. Sim, pois, nada mais pode-se fazer do passado. Já está feito ou não foi feito. Tampouco podemos fazer com o futuro, pois ele ainda não chegou.
Assim, todos nós só temos uma única opção: FAZER NO PRESENTE.

As oportunidades no aqui e agora

Enquanto estamos olhando para o passado ou para o futuro, não vemos o presente.
Portanto, devemos ter o passado como referência para fazer melhor no presente e não para ficarmos presos a ele, lamentando como foi feito ou por que não foi feito. Nada mais podemos fazer no passado.
A oportunidade é no aqui e agora.  Assim, tudo o que fizermos no presente, repercutirá no futuro. Positivo ou negativo. Da mesma forma, o que não for feito agora, fará falta no futuro.
Então, convido você a viver o presente bem planejado, objetivo e focado. Foco é fundamental para uma boa produtividade sem desgaste.
Algumas pessoas têm muita dificuldade em manter o foco. E aí, o que acontece?
Desperdício de energia, muito desgaste e pouca produtividade.
É preciso planejar e organizar. Vejamos: se tivermos 10 atividades para o dia que começa e formos resolvendo-as de qualquer jeito, tendemos a dispersar energias pensando um pouco em cada coisa e não resolvendo direito nenhuma delas.
Assim, acabamos nos desgastando muito e tendo baixa produtividade.
No entanto, por outro lado, se planejarmos e definirmos por ordem de prioridade cada coisa, teremos somente uma tarefa de cada vez para resolver, se mantivermos o foco. Por consequência, todo potencial será investido naquela atividade, com baixo ou nenhum desgaste.
Portanto, vivamos sempre com foco no tempo PRESENTE e, então, seremos efetivos, bem-sucedidos e cada vez mais realizados.

Texto do Professor Vilson Stolf

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
WhatsApp