Primeiramente é importante saber sobre qual linha da parapsicologia se está falando. São três as linhas conhecidas no Brasil:

A Linha Católica, ou que surge do seio da Igreja Católica, que entende que os fenômenos paranormais decorrem de pessoas doentes que precisam ser tratadas.

A Linha Espírita, que acredita que os fenômenos paranormais são de origem sobrenatural e tem o Médium como intermediador entre a pessoa e a entidade do fenômeno.

E, por fim, a Linha Científica e Independente que entende que o fenômeno paranormal é produzido pela mente humana e o fenômeno paranormal negativo, por sua vez, produzido por pessoas mentalmente em desequilíbrio. Portanto, decorre de um potencial, de uma força mental, que tem por finalidade pedir ajuda, pedir socorro diante de situação muito difícil.

O que passo a escrever, fundamenta-se na Linha Científica e Independente de Parapsicologia que tem por finalidade ajudar o ser humano a se harmonizar consigo, com os outros e com o Universo.

Nas últimas décadas a ciência, de forma geral, dedicou-se ao estudo das leis que regem a matéria: a física, a mecânica, a química e os diversos tipos de energias que fazem o mundo “girar”, sobretudo a energia elétrica, resultando em descobertas tecnológicas inimagináveis. Tudo passou a ser medido pela eficiência de resultados, ganhos materiais cada vez maiores e melhores. Contudo, no que tange ao ser humano, pouco se estudou. Assim, ele continua sendo um mistério de si mesmo e muito pouco se sabe da mente humana.

Nessa galopante evolução tecnológica, o ser humano passou a também ser visto como uma máquina de resultados materiais e, em que pese o grande conforto externo de que desfrutamos, internamente o ser humano vive, talvez, pior do que quando o melhor meio de transporte consistia num cavalo.

A parapsicologia e o resgate dos valores cosmo divinos

E é aí que entra a Parapsicologia, para resgatar o ser humano como tal, devolvendo-lhe a condição de filho do Universo, de um valor inestimável, que traz em sua essência valores cosmo divinos. Valores esses que, por sua vez, dão o direito de ser mais feliz e mais livre, ao experienciar os verdadeiros valores do ser, que não aqueles exclusivos do ter e do prazer prometidos pelo materialismo frio e mecânico. Observa-se, no entanto, que pequena parcela da população tem a possibilidade de vivenciar esses valores materialistas, em detrimento da maioria que, iludida, sonha um dia em alcançar esses mesmos valores que, por si só acabam por revelarem-se em uma pobreza absoluta.

Assim, grande parte da população se dedica, na maior parte do tempo, a alcançar aquilo que se revela como uma grande ilusão, quando desacompanhada dos referidos valores mais sublimes. Cabe então, à Parapsicologia ajudar o ser humano a se compreender na sua totalidade, a descobrir e a caminhar em direção a seu mundo interior desvendando seus imensos potenciais mentais, alcançando, por consequência, maior autovalorização, prosperidade, harmonia, paz e felicidade.

Você tem alguma dúvida ou experiência que queira compartilhar?
Escreve para gente!
Até a próxima semana! 🙂

Prof. Vilson
Adaptação Marcela Salomão

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
WhatsApp